• Instituto Mater

Você sabe o que é e quanto tempo dura o PUERPÉRIO?

O nascimento de um filho é um momento de grande felicidade, mas também de muitas incertezas e dificuldades, principalmente para a mãe. A frase: “Quando nasce um filho nasce uma mãe” representa muito bem esse momento! Esse nascimento da mãe, acontece porque ela começa a se redescobrir como mulher e a entender que, a partir de agora, todos os cuidados que antes eram apenas consigo mesma, pessoais e profissionais, passar a ser também com um novo ser que depende totalmente dos cuidados que ela tem a oferecer. A mãe alimenta, dá colo, carinho, segurança e, no meio de tudo isso, não quer deixar os antigos afazeres de lado.


Esse pós parto é conhecido como puerpério é o período em que a mulher passa por grandes alterações físicas e psicológicas em curto um espaço de tempo. Normalmente ele dura de 6 a 8 semanas, mas somados ao cansaço devido à privação do sono e a mudança de rotina, podem parecer muito mais longos para algumas mulheres. É um período passageiro e é muito importante que a mãe tente se “desligar” do mundo para construir uma relação com o seu filho e começar a compreender uma nova rotina, uma nova realidade.


E como eu me preparo para viver o puerpério da melhor forma?

Como o puerpério é um período de grandes alterações hormonais, é impossível prever como cada mulher irá passar por esse momento. Para algumas é mais fácil que para outras. Mas é super importante que você, enquanto gestante, se informe sobre o puerpério e se prepare vivenciá-lo da melhor maneira. Crie uma rede de apoio com outras mães, familiares e amigos para dividir com eles suas alegrias, tristezas e inseguranças. Eles serão muito importantes para lhe dar apoio nesse momento tão delicado.


E se esse período se intensificar?

Todas essas alterações hormonais que acontecem, desencadeiam um conflito de emoções que é conhecido como baby blues. Esse quadro é caracterizado por tristeza, choro, insegurança e tende a melhorar quando os hormônios se normalizam. Se esses sintomas se intensificam e a mulher começa a apresentar insônia, perda de apetite, tristeza intensa, choro mais frequente, falta de interesse por atividades rotineiras, falta ou excesso de cuidados com o bebê é possível que um quadro de depressão pós parto esteja se instalando. Muitas vezes a mulher não se dá conta do que está acontecendo e se sente culpada. Desta forma, ter por perto pessoas que consigam identificar que algo está errado é muito importante para que essa mãe procure um profissional especializado e inicie um tratamento.




A maternidade ainda é muito romantizada em nossa sociedade, assim como a mulher que tem que dar conta de todas as funções de forma perfeita! Na realidade não é bem assim! A maternidade com tudo que ela oferece tem as partes boas e as nem tão boas assim! Se na prática não acontecer como você leu nos livros ou como aconteceu com a sua amiga, está tudo bem! Você não precisa dar conta de tudo! Você só precisa ser a melhor mãe que seu filho poderia ter!!!!


#puerperio #puerpério #maternidade #maternidadereal #maternidadenareal #maternidadeconsciente #maternidadenuaecrua #posparto #depressaoposparto

0 visualização

CONTATO

(31)  9.9305-4658

SIGA-NOS NAS REDES:

Curso online materniade
Curso online materniade
Curso online materniade
Curso online materniade
Curso online materniade

OUÇA NOSSO PODCAST:

SOUNDCLOUD.png
SPOTIFY.png

© Copyright 2019 Instituto Mater – Todos os direitos reservados  | CNPJ: 19.032.376/0001-06